X

Publicações

Notícias

Advogada catarinense passa a integrar a Comissão de Direito Médico do Conselho Federal de Medicina

20/09/2016
Sandra Krieger Gonçalves, que é conselheira federal da Ordem dos Advogados do Brasil e presidente da Comissão Especial do Direito médico e da Saúde, foi indicada pelo presidente da entidade, Claudio Lamachia. Além do título de doutora em Ciências Jurídicas, a profissional acumula anos de experiência no segmento e atua diretamente em questões ligadas ao segmento, como a judicialização da saúde

Santa Catarina conta com profissionais de peso em diversas áreas e no Direito não é diferente. Tanto que foi uma advogada do estado a escolha do presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, para indicação à Comissão de Direito Médico do Conselho Federal de Medicina. Sandra Krieger Gonçalves, que divide sua atuação entre a Krieger Advogados Associados, de Blumenau (SC), e papéis fundamentais dentro da entidade, agora assume o novo desafio. 

Doutora em Ciências Jurídicas, a advogada lançou no último mês o livro "Judicialização do Direito à Saúde e o Sistema de Saúde Suplementar no Brasil". Ainda neste ano, assumiu a presidência do Comissão Especial do Direito Médico e da Saúde, da OAB, onde atua no debate e busca por melhores práticas e soluções em assuntos relacionados ao segmento. Junto ao Conselho Federal de Medicina, irá expandir a representação, como um dos nomes de peso da área no país.

"A saúde brasileira, a atuação de médicos e entidades e o olhar da Justiça sobre a área precisam de mais atenção. É isso o que buscamos dentro da comissão da OAB e pretendo executar também junto do Conselho. Acredito que há muito a ser discutido e melhorado, e a união entre da área do Direito com os profissionais do segmento será de suma importância para isso", comenta Sandra.

Entre os assuntos em pauta no órgão estão a judicialização da saúde, que trata do aumento de casos relacionados ao segmento em âmbito judiciário e o impacto ao sistema brasileiro, os direitos e deveres dos profissionais da área, novos métodos e medicamentos, como a fostoetanolamina.